A MÃE TERRA

Incrivelmente, criou-se o “Dia Internacional da Terra”, hoje. No entanto, diante de tanto desrespeito, da ingratidão, dos mal feitos, foi bom isso acontecesse. Para dar-nos, pelo menos, a recordação de que ela, a Terra, é a nossa Mãe, a casa, o lar. Reproduzo o que amigos me enviaram para enfatizar essa consciência universal:

“Todas as coisas estão ligadas como o sangue que une uma família.

Tudo o que acontece com a terra, acontece com os filhos da Terra.

O homem não tece a teia da vida; ele é apenas um fio.

Tudo o que faz à teia, ele faz a si mesmo.”

(Cacique Seattle).

“O Homem adora um Deus invisível e mata uma Natureza visível,

sem perceber que a Natureza visível que ele mata

é esse Deus invisível que ele diz adorar”

(Hubert Reeves – Astrônomo/astrofísico)

“Ah! Que pena, tivemos que receber um ser invisível e, por isso,

tão poderoso e ameaçador para que voltássemos a praticar

a solidariedade, a amizade e, sobretudo, retomássemos

a ciência de nossa pequenez ante a Natureza.

Que, a partir de agora, voltemos a amar nossa nave mãe como realmente ela merece”

(Balaio de Arte e Cultura de Patos de Minas)

Gostou? Compartilhe!
Mais conteúdo em .
Cecílio Elias Netto

Cecílio Elias Netto

Jornalista e escritor

Deixe uma resposta